contato@instituto.esp.br 92.3656-5513
contato@instituto.esp.br 92.3656-5513
Pós-Graduação em

Perícia Digital, Investigação e Computação Forense

Pós-Graduação com Metodologia Nacional | Perícia Digital, Investigação e Computação Forense
  • Carga horária de 480 horas / aula
Conteúdo
Corpo Docente
Coordenação
Sobre o Curso

1. Introdução à Criminalística e Computação Forense
2. Introdução aos Aspectos Legais de Computação Forense
3. Tópicos em Sistemas Operacionais
4. Análise Forense do Sistema Operacional LINUX
5. Análise Forense do Sistema Operacional Windows
6. Análise de Mídias Utilizando Ferramenta Forense FTK I
7. Análise de Mídias Utilizando Ferramenta Forense FTK II
8. Análise de Mídias Utilizando Software Livre
9. Análise de Mídias Utilizando Ferramenta Forense ENCASE I
10. Análise de Mídias Utilizando Ferramenta Forense ENCASE II
11. Análise de Malware
12. Análise de Local na Rede Mundial
13. Análise de Tráfego e Captura de pacotes I
14. Análise de Tráfego e Captura de pacotes II
15. Criptografia e Criptoanálise
16. Introdução ao Processamento Forense de Imagens
17. Uso da Ciência da Informação na Computação Forense
18. Tópicos Avançados em Informática Forense I
19. Tópicos Avançados em Informática Forense II
20. Metodologia do Trabalho Científico


José Antônio Milagre

Advogado e perito em informática, especializado em Direito Digital e Eleitoral, Mestre em Ciência da Informação pela UNESP, Presidente da Comissão de Direito Digital da OAB/SP Regional da Lapa, atuou na vice-Presidência da Comissão Estadual de Informática da OAB/SP (2013-2015). Árbitro fundador da Câmara Internacional de Arbitragem e Mediação em Tecnologia da Informação, E-commerce e Comunicação (CIAMTEC.br).



Domingo Montanaro

Especialista em investigação e elucidação de delitos (cívies, criminais e trabalhistas) praticados por meios eletrônicos, abordando segurança sistêmica e perícias técnicas nas áreas de tecnologia da informação e comunicações. Forte proficiência em análise de risco e vulnerabilidades. Experiência destacada em utilização de Inteligência e Contra-Inteligência em Tecnologia da Informação e Investigação de Fraudes.



Ricardo Kléber

Graduação em Ciências da Computação (2001) e mestrado em Engenharia Elétrica (2006), ambas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte com atuação na Área de Segurança de Redes desde 1998. Atualmente é professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte onde atua, principalmente, em disciplinas relacionadas a Rede de Computadores, Segurança de Redes e Computação Forense. Atua, esporadicamente, em cursos de especialização na UniRN e na Universidade Potiguar (Natal/RN), Uninorte (Rio Branco/AC) e Estácio Atual (Boa Vista/RR).



Adriano Vallim

Possui graduação em Administração de Empresas Comércio Exterior pelo Associação Cultural e Educacional Piratininga (2000), especialização em Certificate in Global Business Administration pela Thunderbird School of Global Management (AZ, USA)(2014) e mestrado em ITA pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica(2012). Atualmente é Professor da Universidade Paulista. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Computação.



Luiz Rabelo

Possui graduação em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Faculdade COTEMIG (2004), graduação em Tecnólogo em Redes de Computadores pela Faculdade Infórium de Tecnologia (2008) e curso-técnico-profissionalizante pelo Colégio Cotemig (2001). Atualmente é Consultor de Computação Forense da TechBiz Forense Digital. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Computação.



Cássio Batista Pereira

Formado em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, pós-graduado em MBA em Desenvolvimento de Arquiteturas .Net e Especialização em Computação Forense pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, há dez anos atuo na área de sistemas, mais especificamente no desenvolvimento e arquitetura de software para empresas dos mais variados nichos de negócio, participando ativamente da análise e especificação de requisitos, implementação de código utilizando a linguagem C# sobre a plataforma.



Ricardo Giorgi

MBA Professor de FIAP, IBTA e Universidades de Mackenzie. Msc. Em Engenharia da Computação pela IPT USP University. Pós-graduação pela FASP na Internet Consulting. Presidente do Conselho de Administração do (ISC) 2 Brasil Capítulo e Fundador-Membro da ISSA Brasil Capítulo. Principais certificações: CISA, CISSP-ISSAP, CISM, CRISC, CGEIT, ISO 27001 LA, VCP, CCSI, SSCP, GREM, CEH, ECSA, Security +, RHCE, LPI, MCSO, CCNA, Network + e ITILf v2. Instrutor para (ISC) 2 CISSP e SSCP CBK Revisão Seminários.



José Eduardo Santarém

Doutor e Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho-UNESP-Marília/SP; docente e coordenador do Curso de Graduação em Ciências da Informação e da Documentação e Biblioteconomia, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (USP); Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília na linha de Informação e Tecnologia.



Pedro Luís Próspero Sanchez

Engenheiro eletricista, doutor e livre-docente em Engenharia Elétrica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. É bacharel em direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. É professor livre-docente do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, onde lidera a área de ensino e pesquisa em Engenharia Legal, Ciência e Tecnologia Forenses.



Fernando Fonseca

CISM, CISSP-ISSAP, ISMAS, CHFI – Diretor de Educação da Antebellum Capacitação Profissional. Tendo atuado como analista/programador desde 1985. Graduou-se em processamento de dados pela FUMEC-MG em 1996, e pós graduou-se em Multimídia e Internet (UFES 2000), Segurança da Informação (UNIRIO 2005), Administração de Redes Linux (UFLA 2006) e Strategic Management (La Verne University 2006) além de certificar-se por diversos institutos, como o ISACA (CISM), ISC2 (CISSP, CISSP-ISSAP), EC-Council (CHFI, CEI), CompTIA (Security+), Microsoft (MCT, MCSE Security), Exin (ISFS, ISMAS), Access Data (ACE), Módulo MCSO, etc.



Alexandre Borges

Pesquisador de Malware, Instrutor e Consultor em Análise de Malware, Forense Digital, Análise Forense de Memória, Exploração de Software, Engenharia Reversa e Kernel Windows / Linux Oracle ACE. ISC2 (CISSP), Oracle, EC – Conselho instrutor e consultor. CE – Conselho Membro do Conselho Consultivo da CHFI Autor de artigos sobre o livro de receitas da Oracle Technical Network (OTN) e do Oracle Solaris 11 Advanced Administration Cookbook. Palestrante em Conferências.



Vitor Martinelli

Pós-graduado em Computação Forense pela Universidade Mackenzie e graduado em Tecnologia em Sistemas de Informação pela Universidade Cruzeiro do Sul. Possui certificações internacionais de CEH – Certified Ethical Hacker, ACE – Certified Forensic Examiner, Certified Security+, Auditor Líder ISO 27001, Auditor Líder ISO 9001, Certified Integrator in Secure Cloud Services, ISO 27002 ISFS, Cloud Computing Foundation, ITIL Foundation, COBIT Foundation e Green IT Citizen. Perito em forense computacional, com atuação na prevenção e investigações de ilícitos no meio digital.

 


José Antonio Milagre

Advogado e perito em informática, especializado em Direito Digital e Eleitoral, Mestre em Ciência da Informação pela UNESP, Presidente da Comissão de Direito Digital da OAB/SP Regional da Lapa, atuou na vice-Presidência da Comissão Estadual de Informática da OAB/SP (2013-2015). Árbitro fundador da Câmara Internacional de Arbitragem e Mediação em Tecnologia da Informação, E-commerce e Comunicação (CIAMTEC.br). Consultor convidado na CPI de Crimes Cibernéticos – CPICyber do Congresso Nacional. É professor de Pós-Graduação em diversas instituições. Autor dos Livros “Guerra Eleitoral na Internet”, “Manual de Informática para Processo e Peticionamento Eletrônico”. Autor pela Editora Saraiva em co-autoria com o Professor Damásio de Jesus, dos livros e “Marco Civil da Internet: Comentários àLei 12.965/2014” e “Manual de Crimes Informáticos”. É colunista no OlharDigital e do Portal IDGnow!

JUSTIFICATIVA

O constante e rápido avanço tecnológico o número de delitos cibernéticos tem crescido exponencialmente. Logo, devemos utilizar os mesmos avanços tecnológicos e novas técnicas desenvolvidas para aprimorarmos a produção da prova material tanto no âmbito criminal quanto civil.

Visando enfrentar a verdadeira epidemia de crimes cibernéticos que assola a rede mundial de computadores, torna-se cada vez mais necessário para profissionais de TI e organizações públicas e privadas o domínio de técnicas de análise forense, aplicadas no âmbito computacional. A análise forense computacional consiste em um conjunto de técnicas para coleta e exame de evidências digitais, reconstrução de dados e ataques, identificação e rastreamento de invasores.

O curso tem enfoque prático e visa apresentar os conceitos essenciais da investigação forense digital, com o objetivo de fornecer aos alunos as habilidades necessárias à investigação de sistemas potencialmente comprometidos, conhecimento sobre ataques comuns e a preparação para trabalhar em uma investigação legal. Esta pós-graduação é voltada para técnicos, analistas e administradores de redes que desejam atuar na área de uma investigação forense em sistemas computacionais.

OBJETIVO

O curso de Pós-Graduação em Perícia Digital e Computação Forense tem como objetivo fornecer ferramentas para que os profissionais atuantes na área – ou que nela pretendam ingressar – possam se capacitar e ser um diferencial neste ramo, atendendo com excelência as exigências do mercado. Estas ferramentas proporcionarão os conhecimentos necessários para a análise de mídias, recuperação de evidências e elaboração e análise de Laudos Periciais.

PÚBLICO

Profissionais com curso superior em todas as áreas afins à tecnologia da informação, assim como aqueles que tenham conhecimento avançado sobre TI

Receba o Projeto e Proposta do Curso