contato@instituto.esp.br 92.3656-5513
contato@instituto.esp.br 92.3656-5513
Marketing Digital em Manaus: A sua empresa sabe vender pela internet?

Com a concorrência online cada vez mais acirrada e o número de vendas digitais em constante crescimento, a busca por destaque na internet vem crescendo entre os usuários. E em meio a essa situação, o marketing digital se mostra uma solução efetiva para quem quer se promover no meio digital.

E o Instagram se destaca como uma das plataformas que mais investe em ferramentas de vendas. No mês de março, a plataforma liberou para teste entre usuários dos Estados Unidos, um novo recurso chamado “Checkout” com a finalidade de compra e venda sem sair do aplicativo.

Com isso, os usuários da plataforma estão investindo em ferramentas oferecidas pelo marketing digital. Segundo dados divulgados por uma pesquisa da IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau), o investimento em marketing digital no país chegará a R$ 5 bilhões em 2019, crescendo cerca de 12% ao ano até 2021.
No entanto, alguns usuários já estão elevando o seu marketing digital a um novo nível, chamado Brand Publishing, uma estratégia onde as marcas assumem o papel de editoras de conteúdo e não de anunciante. Ou seja, elas criam as suas próprias audiências e se transformam no próprio veículo de comunicação. A principal vantagem dessa estratégia é criar relevância para as marcas no meio digital.

Cases de sucesso

Com uma equipe especial para atender e produzir demandas para redes sociais, o perfil da casa noturna Porão do Alemão já conta com 168 mil seguidores. Segundo o proprietário, William Lauschner, o segredo para esse número é a maneira como o perfil interage com os usuários.

“A nossa interação com o público vai muito além de uma simples propaganda, buscamos brincar com as situações e conquistar os clientes com humor. No nosso Instagram tem muitas postagens voltadas para brincadeiras, curiosidades sobre rock, assuntos derivados, e sentimos que isso chama a atenção e fideliza o seguidor, o que ajuda a alavancar nosso engajamento”, explicou.

Ele ainda ressalta que as métricas do perfil são acompanhadas diariamente pela equipe de marketing. “Nossa equipe faz reuniões no início e meio da semana para analisar a reação dos usuários ao nosso conteúdo, onde tudo é observado. Todo nosso projeto de postagens é programado com antecedência de acordo com o estudo de alcance dos horários de pico do perfil, além de que, levamos em consideração esses índices para atuar em promoções e/ou atrações”.

Reprodução: Instagram

Roupas

E o segmento da moda também possui adeptos no mercado online. A proprietária da loja Charmes Moda, Isabela Carvalho, sentiu a diferença nas vendas quando criou a conta no Instagram que já possui 80 mil seguidores.

“Apesar de ter a loja física, o Instagram é o que dar mais retorno, pois as pessoas estão ficando cada vez mais ocupadas e não tem tempo de ir à loja ver as peças. Então, o Instagram se tornou uma vitrine, onde os usuários conseguem ver os produtos sem sair de casa”, explicou.

O alcance a diversas pessoas com um investimento pequeno, além da quantidade de compartilhamentos, comentários e curtidas, serviram como um termômetro para ela saber se estava fazendo a coisa certa.

“O engajamento do perfil da Charmes é ótimo. Conseguimos bater 3,5 mil curtidas em publicações no feed e 17 mil visualizações nos stories. E parte desse resultado devo a parceria com blogueiras e lojas da cidade que me dão um retorno tanto em visualização como em vendas”, afirmou.

Reprodução: Instagram

Cafeteria

Com o Kalena Café já foi diferente, a partir da criação da loja física, imediatamente o perfil no Instagram também foi criado. “As pessoas hoje escolhem para onde vão sair ou qual lugar vão conhecer pelas redes sociais. Não dá para ter uma empresa e não ter um perfil online nos dias de hoje, ainda mais no setor de serviços e atendimentos”, afirma o proprietário do café, Aldo Bitencourt, que também é publicitário e designer.

O proprietário explica que os 10 anos de trabalho com marketing ajudam ele na criação de campanhas e conteúdos para o perfil. “Eu cuido de tudo do perfil, colocando em prática o que aprendi na minha formação acadêmica. Hoje, as publicações do perfil do Kalena são elaboradas com base em referências e ideias que tenho, mas com muito estudo antes de serem colocadas em prática. Estudamos o mercado, os nossos seguidores, os hábitos, além das métricas”, esclareceu.

O perfil ainda não conta com a ferramenta de anúncios pagos, mas já está com um planejamento para começar a ser utilizado em algumas campanhas. Para Aldo, o marketing digital é o que fideliza o seguidor. “O marketing digital é a alma das vendas onlines. Se você não colocar ele em prática, estará apenas criando postagens que ninguém vai ver. Os usuários querem que a marca esteja viva, que tenha interações reais e que seja muito mais do que apenas uma imagem rolando no feed”, finalizou.


Redação: Silvia Calderaro
Edição: Rodrigo Guirado

Deixar um comentario

2 × cinco =