fbpx
92.3656-5513 contato@instituto.esp.br
Internacionalização de empresas:
Entenda como funciona o processo

Durante um momento de instabilidade, como o que vivemos em nosso país atualmente, a internacionalização de empresas é uma alternativa real para os empreendimentos. Por isso, empresas que querem se manter competitivas precisam, cada vez mais, considerar a opção de expandir seus negócios para o exterior.

Ao contrário do que muitos pensam, esse processo não é apenas para as grandes, mas também para as micros, pequenas e médias empresas. De acordo com uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) sobre o perfil das empresas exportadoras, 77,3% são MPEs e 22,7% são grandes.

Entenda como funciona o processo
Imagem: Freepik

Mas afinal, o que é internacionalização de empresas?

A Internacionalização de empresas é o processo no qual organizações começam a atuar em outros países. A empresa que opta pela internacionalização deve estudar as informações sobre o novo mercado, traçar objetivos estratégicos para se adaptar às novas realidades e possuir capacidade para iniciar e dar continuidade as próprias produções. O apoio do governo, no que se diz respeito às leis e regulamentações para que ele ocorra, também é fundamental.

Esse processo, efetivamente e na prática, pode ocorrer de várias formas, que vão desde o contato da empresa com o mercado externo, passando pela importação de produtos e matérias-primas, até o estabelecimento, de fato, do negócio em países estrangeiros. 

Internacionalização de empresas brasileiras

O Brasil é novo nessa realidade. Porém, a internacionalização de empresas brasileiras vem se mostrando como uma ótima forma de garantir o sucesso e crescimento das organizações nacionais. As empresas estão evoluindo para o mercado internacional e querem tornar o país mundialmente competitivo, deixando de ser apenas um fornecedor de matéria-prima.

Em pesquisa realizada, em junho de 2017, com 229 empresas brasileiras, pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil, o continente americano é o preferido pelas empresas, sendo os Estados Unidos, Colômbia, México e Argentina os países que ocupam os primeiros lugares na internacionalização.

Alguns dos serviços prestados pelas empresas brasileiras no exterior são: suporte para as vendas que saem do Brasil, envio de produtos montados desmontados, filiais para atender os clientes de outros países, entre outras. Além dessas funções, as companhias também estão se interessando cada vez mais pelas franquias.

Como internacionalizar a sua empresa?

Confira abaixo algumas dicas que devem ser seguidas para o sucesso do seu projeto de internacionalização de empresa:

Etapa 1: Planejamento

O primeiro passo é saber qual o nível de maturidade da empresa e definir o que se pretende com a internacionalização. Investir no planejamento evita que a empresa chegue despreparada ao mercado, prevendo os desafios que irá enfrentar e a viabilidade do projeto

Etapa 2: Defina o mercado no qual pretende atuar

Estudos, pesquisas e uma assessoria adequada ajudam a definir os mercados adequados para cada produto. Com ferramentas e informações corretas, é possível se preparar e antecipar tendências. Esta iniciativa serve para que o empresário compreenda se há espaço e oportunidades no mercado internacional para que você insira os serviços e produtos que a sua empresa oferece.

Etapa 3: É hora de se adaptar

Após conhecer o mercado, o empresário deve voltar o seu olhar para a sua empresa, processos e produtos para checar quais adequações precisarão ser feitas. A definição de prazos e preços dos produtos também é essencial para o empresário definir quais condições podem ser aplicadas em cada situação. Meio de transporte, tempo de entrega, formas de pagamento e impostos são componentes fundamentais da equação.

Etapa 4: Enquadre a empresa nos requisitos técnicos e legislação

Além de atuar com eficácia no novo mercado, é essencial que o empresário garanta o cumprimento de todas as exigências e requisitos. Isso inclui, por exemplo, estar de acordo com a legislação de exportação do país de origem para o seu segmento e a de importação do mercado de destino. Alguns países têm requisitos técnicos para permitir a entrada de mercadorias, como os países da comunidade europeia. Portanto, é essencial que a empresa conheça todos eles para começar a internacionalização.

Etapa 5: Trace estratégias de comercialização

Quando a operação da internacionalização começar, é essencial que a empresa tenha todos os planos de ação já traçados para a comercialização com o objetivo de não prejudicar sua rentabilidade no mercado. É importante que o plano de internacionalização cumpra com um planejamento detalhado das estratégias que serão utilizadas no novo mercado de atuação.

Internalização de empresas é um dos módulos do MBA Executivo em Comércio Exterior que tem como objeto qualificar e especializar profissionais das mais diversas áreas para a gestão de empresas de logística portuária, prestadoras de serviços portuários, empresas que atuam no Comércio Exterior e em seus serviços auxiliares.

Conheça o MBA Executivo em Comércio Exterior

Reconhecido pelo MEC

Texto: Silvia Calderaro.