contato@instituto.esp.br 92.3656-5513
contato@instituto.esp.br 92.3656-5513
Covid-19: A importância de uma gestão adequada em tempos de crise

A crise econômica provocada pela pandemia do coronavírus está causado enormes prejuízos à economia global e atingido a saúde das empresas que já conseguem ver uma queda do volume de vendas. Apesar de o cenário ser incerto, especialistas recomendam que as empresas se preparem para os problemas que encontrarão pelo futuro.

Devido a isso, a gestão de crises é fundamental para que as empresas consigam sobreviver. Ela tem como objetivo, reduzir e excluir os impactos causados por determinado momento de desequilíbrio, para que assim, a empresa tenha o mínimo de prejuízo possível. Por isso, é mais do que recomendado que, em tempos de crise, o gestor implemente a gestão de risco.

Trata-se de um procedimento que identifica quais são as ameaças presentes nesse contexto, trabalhando em respostas para questões jurídicas, ocupacionais, econômicas, de mercado e de imagem da empresa.

“O momento atual exige dos empreendedores um alto nível de controle e gestão, especialmente porque os eventos decorrentes da pandemia do coronavírus podem trazer inúmeras implicações para os negócios, tais como: a redução no movimento de clientes, a queda no faturamento, a impossibilidade do comparecimento de funcionários em seus postos de trabalho, a redução da produção, dentre outros”, explicou o especialista do Sebrae, Afonso Rocha.

Para a doutura em Psicologia Organizacional e do Trabalho e consultora de gestão, Juliana Seidl, as empresas vão precisar abordar seu público com novas perspectivas. “A autenticidade é uma característica fundamental nesse momento, as empresas que estão se mantendo no mercado são aquelas que ofertam seu produto ou serviço de forma diferenciada, então é o momento de inovar”, afirmou.

Confira dicas para implementar a gestão e contornar a crise:
  1. Preveja o cenário
    Primeiramente, faça um levantamento das despesas previstas para os próximos três meses, separando os valores de acordo com o tipo de despesa.
  2. Analise suas despesas
    Observe que, ao se conhecer as despesas a serem pagas nos próximos meses, o empreendedor encontrará mais facilidade para definir as ações corretivas, priorizando as despesas com maior impacto nos negócios e que sejam passíveis de negociação.
  3. Busque formas alternativas de faturamento
    O empreendedor pode também tomar providências para aumentar o seu faturamento, tais como:
    – Fazer promoção de produtos que estão há muito tempo em estoque.
    – Disponibilizar serviços de entrega para manter o nível de compra dos clientes.
    – Diversificar e ampliar as formas de pagamento.
    – Implementar a estratégia de divulgação dos seus produtos por meio do marketing digital.
  1. Preservar seus colaboradores

A questão da demissão pode ser uma alternativa, mas ela não pode ser adotada como uma saída no primeiro momento porque essa crise vai passar e vocês vão precisar desses funcionários treinados para a retomada do seu negócio.

* Gestão de Crises é o tema de um dos módulos que serão abordados no MBA em Gestão de Negócios, Desenvolvimento e Inovação. Saiba mais em:
https://instituto.esp.br/site/pos-graduacao/gestao-de-negocios-desenvolvimento-e-inovacao/


Redação: Silvia Calderaro

Deixar um comentario

2 × 4 =